adeus

Ninguém sabe a real tonalidade de se dizer adeus ou simplesmente fugir

Ninguém sabe de verdade se estamos nas mãos de Deus ou se não somos daqui

Mas que aperta a saudade isso aperta

A casa aberta e você não entra por aquela porta

Os sonhos vasectomizados e expurgados

As lembranças como fardos sobrepesados

A Torre é a pior carta do tarot de Marselha

Representa meu amor e minha navalha

E que nada será como pretendido

Que a nova senzala é eu ter me despedido

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s